“Graças a Deus aprovaram a redução da maioridade penal” #diálogosbrasileiros

Postado em 12/07/2015

_Graças a Deus aprovaram a redução da maioridade penal. Justiça seja feita!
_Pô, não consigo entender como a redução da maioridade vai resolver o problema da violência no Brasil.
_Para, cara, quero ver quando alguém da sua família for morto ou estrupado por um traficante menor de idade. Você vai chorar pra quem? Pro Batman?
_Traficante? Pô, mas você fuma maconha todo dia e ainda cheira nas baladas. Virou moralista?
_Ah, mas eu compro do Marcelinho, ele não é bandido, meu, o cara estuda no nosso colégio.
_E de onde você acha que vem a droga que o Marcelinho vende?
_Aí, sei lá, o que importa é que ele não é “bandido bandido”. Ele nem mata.
_Mas o Thor matou, né?
_Ah, ele atropelou um tiozinho, só. Não foi bem “matar matar”, né?
_Atropelou e matou, ué.
_Mas ele não tinha a intenção, coitado, tomou o maior susto. Ficou mega traumatizado. Tá até hoje tomando Rivotril.
_Mas pelo novo estatuto ele deveria ser preso. Ainda mais dirigindo em alta velocidade e bêbado…
_Tá louco, imagina o Thor na cadeia? Aquilo é um inferno, não é pra gente que nem a gente. Pensa, cara, ele só cometeu um erro, ele tava bêbado… Todo mundo erra, né? Imagina estragar a vida dele bem agora que ele vai fazer intercâmbio no Texas? Para…
_Ué, mas você não é a favor da redução?
_Cara, eu sou, mas pra “bandido bandido”, mesmo, saca? Aqueles filhas da puta que ficam estrupando, matando, com cara de ruim, saca? Tipo os caras do “Cidade de Deus”
_ Tipo o filho do Sérgio, né?
_Pô, que que tem ele? O Sérgio é um dos empresários que acredita nesse país.
_Mas você lembra que o filho dele embebedou uma menina e estuprou ela depois, né?
_Ah, para, ele tinha 14 anos, nem sabia o que estava fazendo. E não foi bem “estupro estupro”, né?
_Pô, ele e o ex da mina estupraram ela várias vezes, encheram ela de vodka, enfiaram até um controle remoto…
_Mas também ela foi beber com os caras? Mó vacilo, né, meu?
_Ué, ela confiou nos amigos, um era o ex dela…
_Ah, se era o ex, não foi bem “estupro estupro”, né? Tipo, ela devia querer um pouco, saca? Fazer um flashback, uma loucurinha, sei lá. Essas minas hoje em dia…
_Sério?
_Pô, “estupro estupro” é quando entra um favelado na sua casa e espanca sua mulher até ela fazer sexo com ele, entende? Crime odiondo. Hoje em dia, também, tudo é estupro. Sei lá…
_Sei, mas vem cá, você acha mesmo que a redução da maioridade vai acabar com a violência no Brasil? A gente vai acordar amanhã com as ruas mais seguras?
_Acabar não vai, né, meu? Mas finalmente vamos ter justiça.
_….pra quem?
.
.
.

*baseados em fatos reais.